Gringos versus Communists: a look at the Civil-Military Dictatorship in Brazil from the Casa do Estudante Universitário Aparício Cora de Almeida (1963-1981)

Marcos Luiz Hinterholz

Abstract


Casa do Estudante Universitário Aparício Cora de Almeida (CEUACA), a college student residence halllocated in the city of Porto Alegre, was the first residence hall in the State of Rio Grande do Sul – Brazil. Ever since it was founded in 1934, the dormitory haskept its autonomy from any universities or colleges in the region, being administrated entirely by its occupants.  This article is a development of a more comprehensive study in the field of History of Education, which focuses on CEUACA and its hole as part of an «informal» educational system, which works far beyond University borders. In this paper, we focus on unveiling the effects of the Brazilian Military Dictatorship (1964-1985), as well as the local repercussions of the events of May 1968in the dormitory students. We used an Oral History approach to capture the echoes of these events in the narratives of eight former occupants, who lived in the dormitory between 1963 and 1981. Through the narratives, it was possible to visualize the students’ relationship with popular organizations, as well as the circulation of books, journals and films. The results demonstrate the various ways found to signify the experiences lived by these students in the period and the ideological divisions that sometimes subvert the traditional binary repression/resistance.


Keywords


College student residence; Educational Institution; Brazilian Military Dictatorship; May 1968 Events

References


Arns, P. E. (31ª Ed.). (2000). Brasil: Nunca Mais. Petrópolis: Vozes.

Bosi, E. (2003). O Tempo Vivo da Memória: Ensaios de Psicologia Social. São Paulo: Ateliê Editorial.

Bosi, E. (17ª Ed.).(2012). Memória e Sociedade: Lembranças de Velhos. São Paulo: Companhia das Letras.

Burke, P. (2008). O que é História Cultural? Rio de Janeiro: Zahar.

Carrillo-Linares, A. (2015). Universidades y transiciones políticas: el caso español en los años 60-70. Espacio, Tiempo y Educación, 2(2), 49-75.

Certeau, M. (2013). A Escrita da História. Rio de Janeiro: Forense-Universitária.

Chartier, R. (2008). A história: a leitura do tempo. Fronteiras do Pensamento. São Leopoldo: Ed. UNISINOS.

Chartier, R. (1990). A História Cultural: Entre Práticas e Representações. Lisboa: DIFEL.

Cunha, L. A. (5ª. Ed.). (2016). Ensino Superior e Universidade no Brasil. In Faria, L. M. F., Lopes, E. M. T., & Veiga, C. G. (Orgs.), 500 Anos De Educação No Brasil. Belo Horizonte: Autêntica.

Cunha, M. T. S. (1999). Nas margens do instituído: memória/educação. História da Educação. ASPHE, 5, 23-38.

Fausto, B. (14ª Ed.). (2012). História do Brasil. São Paulo: Edusp.

Halbwachs, M. (2003). A Memória Coletiva. São Paulo: Centauro.

Hall, S. (1997). A centralidade da cultura: notas sobre as revoluções de nosso tempo. Educação & Realidade, 22, 15-46.

Hall, S. (11ª Ed). (2006). A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A.

Hinterholz, M. L. (2017). O Lugar Onde a Casa Mora: memórias sobre a Casa do Estudante Universitário Aparício Cora de Almeida – CEUACA (1963-1981). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre –Brasil.

Holzmann, L. (Org.). (2ª Ed.). (2008). Universidade e repressão: os expurgos na UFRGS / Associação de Docentes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: L&PM.

Holzmann, L., & Padrós, E. S. (2003). 1968: Contestação e Utopia. Porto Alegre: Ed. Da UFRGS.

Kaufmann, C. (Org.). (2017). Dictadura y Educación. Tomo 1: Universidad y Grupos Académicos Argentinos (1976-1983). Salamanca: Fahren House.

Machado, O. L. (2007). Casas de estudantes Educação Superior no Brasil. In Zaidan, M., Filho, M. Z., & Machado, O. L. (Orgs.), Movimento Estudantil Brasileiro e a Educação Superior. Recife: Editora Universitária.

Motta, R. P. S. (1ª Ed.). (2014). As universidades e o regime militar: cultura política brasileira e modernização autoritária. Rio de Janeiro: Zahar.

Magalhães, J. P. (2004). Tecendo Nexos: história das instituições educativas. Bragança Paulista: Editora Universitária São Francisco.

Ricouer, Paul. (2007). A memória, a história, o esquecimento. Campinas: Editora da UNICAMP.

Schwarcz, L. M., & Starling, H. M. (2015). Brasil: uma biografia. São Paulo: Companhia das Letras.




DOI: http://dx.doi.org/10.14516/ete.210

Refbacks

  • There are currently no refbacks.




Copyright (c) 2018 Espacio, Tiempo y Educación

ISSN: 2340-7263

DOI prefix: 10.14516/ete

URL: www.espaciotiempoyeducacion.com

FahrenHouse: Salamanca, Spain

Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International (CC BY-NC-ND 4.0)